Blog

Notícias
30 novembro 2017

“Clara Estrela” é o Filme de Abertura do Fest Aruanda!

|
Por
|
0 Comment
|

Nesta quinta-feira(30), começa o 12º Fest Aruanda com tributo a Ivan Lhebarov, Homenagem ao ator paraibano Servílio Holanda e exibição de “Clara Estrela”, com a presença da diretora Susanna Lira.

CLARA ESTRELA é um documentário sobre Clara Nunes, cantora que sintetiza com elegância o caldeirão cultural brasileiro, mestiço, agregador e sincrético. O filme narra, apenas em primeira pessoa,  através de entrevistas em diversos programas de TV e rádio, a trajetória da cantora que conquistou o Brasil e vários países do mundo. Além do minucioso trabalho de pesquisa audiovisual, o documentário oferece ao público a oportunidade de ouvir as entrevistas de mídia impressa através da narração da atriz Dira Paes. Os depoimentos são entrecortados por imagens oníricas que traduzem o universo místico de Clara, suas raízes e alegria de viver tão marcantes em suas canções. O filme traz para o espectador a chance de relembrar os sucessos e a trajetória da artista e a possibilidade de conhecer um pouco mais de uma personagem que, mesmo passados mais de trinta anos de sua morte, permanece em lugar de destaque na história da música popular brasileira.

clara estrela Susanna Lira

Poucas vezes no cenário artístico brasileiro houve uma unanimidade como a que existe em torno de Clara Nunes, a intérprete que, de voz cristalina e luminosa, quebrou em 1974 o tabu que imperava na indústria fonográfica de que mulher não vendia discos. A bordo do samba “Conto de areia”, Clara vendeu 400 mil cópias de seu LP “Alvorecer” – só Roberto Carlos vendia assim na época. Com isso abriu as portas do mercado para muitas cantoras que nos anos seguintes também alcançaram fama nacional.

A ideia do documentário surgiu em 1998, a partir da constatação que de não havia disponível no mercado uma obra audiovisual sobre Clara. Os irmãos Renata e Rodrigo Alzuguir mergulharam na pesquisa durante anos e radiografaram os aspectos pessoais e profissionais da artistas, incluindo viagens até Minas Gerais. A família de Clara, bem como o compositor Paulo César Pinheiro, viúvo da cantora, aderiram à idéia do projeto e disponibilizaram seus acervos. Através da parceria com Susanna Lira, encontraram o formato inovador para o documentário: um filme totalmente de arquivo, apenas em primeira pessoa, sem entrevistas de outros personagens, onde existe somente a presença de Clara. Passados 20 anos, o filme reflete a obstinação dos realizadores em mostrar a vida e obra de Clara Nunes, que também com muita determinação, venceu preconceitos e obstáculos até se tornar uma grande estrela da música.

24x15_Clara Estrela_08_foto de Wilton Montenegro

Sobre os diretores…

Susanna Lira é sócia-diretora na Modo Operante Produções, onde coordena e dirige projetos audiovisuais. Ao longo de sua carreira dirigiu cerca de 10 longas documentais, entre eles POSITIVAS e DAMAS DO SAMBA. Rodrigo Alzuguir, faz sua estreia na direção e traz consigo a experiência como escritor, músico, pesquisador e biógrafo, autor de obras como “Wilson Baptista, o samba foi a sua glória”, agraciada com o Prêmio Jabuti.

 

 

 

|

Deixe um Comentário

WordPress Video Lightbox