Blog

Notícias
28 novembro 2015

Fest Aruanda muda de ‘casa’ e trará o inédito documentário sobre Chico Buarque

|
Por
|
1 Comment
|

A 10ª edição do Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, que será realizado gratuitamente entre os dias 10 e 16 deste mês, vai mudar de ‘casa’ e exibirá o longa-metragem Chico – Um Artista Brasileiro, documentário sobre o cantor, compositor e escritor carioca Chico Buarque, ainda inédito no ‘circuitão’ paraibano.

Depois de fixar residência no já há um bom tempo desativado cinema do Shopping Sul na sua edição de estreia, o festival passou pelo Tropical Hotel Tambaú e até o ano passado estava no CinEspaço (MAG Shopping). Agora, a nova edição terá endereço na Rede Cinépolis (Manaíra Shopping). De acordo com a organização, a intenção é ter uma estrutura para receber um público maior.

A atração principal da abertura será a projeção do também inédito na Paraíba Chatô – O Rei do Brasil, polêmico filme dirigido pelo ator Guilherme Fontes que demorou duas décadas para sair por milionárias dividas e até acusações de desvio de dinheiro.

Chato

Baseado na biografia homônima escrita por Fernando Morais, o filme mostra a trajetória (também controversa) do paraibano Assis Chateaubriand, o Chatô, magnata das telecomunicações que trouxe a TV para o Brasil e dono de um império jornalístico que reunia jornais, revistas e estações de rádio.

Já no encerramento do Fest Aruanda, será exibido o documentário Chico – Um Artista Brasileiro, dirigido por Miguel Faria Jr. (do documentário Vinícius e da adaptação O Xangô de Baker Street).

O longa traz depoimentos costurados com os clássicos da MPB do compositor carioca, além de temas como o futebol, livros, teatro e a descoberta de um irmão alemão do Chico Buarque.

HOMENAGEM E MINICURSOS

Um dos principais cineastas em atividade do Estado, Torquato Joel será homenageado pelo Fest Aruanda pelo seu conjunto da obra.

Atuante desde 1984 – época do movimento ‘superoitista da UFPB – o paraibano realizou curtas-metragens importantes na filmografia do Estado como Passadouro (1999),Transubstancial (2003) e Moído (2015), além de ser responsável pelo projeto ViAção Paraíba, onde leva oficinas de sobre cinema para o interior.

Este ano, o festival contará com dois minicursos que serão ministrados no Espaço Cultural José Lins do Rego, na Capital paraibana: ‘Domésticas no Cinema Latino-americano’, ministrado pelo professor norte-americano Stephen Bocskay, será realizado às 14h30, entre os dias 14 e 16; e ‘Explorando Sexualidades na Imagem em Movimento’, da professora gaúcha Ramayana Lira de Sousa, acontecerá às 14h do dia 11. As inscrições gratuitas podem se feitas pelo e-mail festaruanda@gmail.com.

Fonte: Jornal da Paraíba | Vida & Arte

|

1 Resposta

Deixe um Comentário

WordPress Video Lightbox